Ciúme Patológico: Você Sofre com Delírios de Traição? - Giorgia Matos Psicanalista
Ciúme Patológico, Doentio e Excessivo: Causas e Tratamentos

Ciúme Patológico: Você Sofre com Delírios de Traição?

O sofrimento por ciúme é uma constante em sua vida? Você sofre e faz os outros sofrerem por um ciúme além do normal? Já procurou saber se esse ciúme exagerado é patológico?

Existem milhares de pessoas que passam por esse problema constantemente achando tudo absolutamente normal. Pensam que porque estão em um relacionamento sério o outro é sua propriedade e que cenas de ciúme fazem parte da realidade de todo casal.

É seu caso? Você se enquadra entre os comportamentos ditos patológicos? Sabia que o ciúme não veio do nada e ele tem uma causa específica?

Isso mesmo, e tem tratamento também.

O ciumento não precisa viver eternamente sofrendo por ciúme se ele reconhece seus sintomas, sabe a causa que os originou e, principalmente, se procurar ajuda adequada.

O ciúme patológico é um problema sério, destrói vários relacionamentos, inclusive alguns com finais trágicos, mas a boa notícia é que você não precisa conviver com ele para o resto de sua vida.

Sintomas do Ciúme Patológico

Sintomas, Causas e Tratamentos do Ciúme Doentio.

Geralmente, quem tem ciúme doentio tenta esconder essa condição. Mas, em vão, porque em algum momento ele vai aparecer, por se tratar de um sentimento muito intenso e de difícil controle.

Quem tem ciúme patológico sofre duas vezes: por ter essa angústia dentro dela e por tentar disfarçar.

Essa dissimulação dura pouco tempo, porque a dor de quem sofre essa desconfiança exagerada foge do controle.

E os sintomas são os mais variados. Vai desde bisbilhotar o celular do parceiro até contratar detetive particular para segui-lo.

E por falar em redes sociais, aqui está um problema muito comum atualmente. Essa facilidade em se comunicar com todo mundo e ao mesmo tempo leva a pessoa ciumenta a surtar. Ela não suporta ver o parceiro conversando com outras pessoas que não seja ela. Quer saber com quem ele fala, que fotos ou vídeos ele curtiu e compartilhou. E quer saber, inclusive, a senha de suas redes sociais.

E essa atitude causa inúmeras brigas, porque ninguém suporta perder sua privacidade.

A perseguição ao parceiro em seu ambiente de trabalho, faculdade, escola, academia ou até mesmo em sua casa, ficando de plantão na porta para saber que visitas ele recebe e com quem ele mantém relações também está entre um dos sintomas de quem sofre de ciúme patológico.

Às vezes uma simples roupa nova ou o uso de um perfume já causam desconfianças.

Viajar sozinho, ir a uma formatura ou até mesmo ao shopping sem estar em sua presença? Nem pensar.

O ciumento exagerado é um dominador sem compaixão, que mantém o parceiro em um cárcere privado em que só ele tem acesso.

Ataques de fúria são constantes, e em qualquer ambiente. Não há limites para quem sofre dessa dor. Eles sofrem e fazem os outros sofrerem.

Há casos de pessoas que perdem seus empregos por estarem sempre envolvidas em cenas de ciúme dentro do próprio estabelecimento de trabalho.

O ciumento patológico apresenta pensamentos fixos sobre traição, desconfia sem motivo, faz calúnias infundadas ao seu parceiro, fantasia, delira, alucina, cobra, persegue e fiscaliza.

É tudo muito intenso. Compromete a vida social, familiar e profissional de todos à sua volta, inclusive dele mesmo.

A angústia gerada em quem sofre de um ciúme doentio só Freud explica.

Você se identificou com os sintomas relacionados aqui? Pois saiba que tudo isso que você está vivenciando tem uma causa. Ela não surgiu do nada. O ciúme veio do que você já presenciou e vivenciou em algum outro momento.

Causas do Ciúme Patológico

Causas, consequências e tratamentos do ciúme excessivo

Você sabe as causas do seu ciúme?

Você sabia que ciúme patológico tem uma razão de existir?

Muita gente não sabe disso e passa anos convivendo com esse sentimento angustiante que só causa dor.

Aí vai um segredo: A vida é construída em cima de tudo que é presenciado e vivenciado desde a infância. Todos os pensamentos e comportamentos são cópias do que já se passou um dia.

Se você cresceu, por exemplo, vendo seu pai ou mãe com atitudes de brigas e confusões por ciúme exagerado e você presenciou cada acusação e suspeita infundada, cada humilhação e perseguição, você cresce achando aquele comportamento normal e que faz parte dos relacionamentos amorosos.

É normal, é assim que é pra ser. E você? Copia, claro.

Muitos conselhos que os pais dão a seus filhos valem menos que as atitudes que eles têm. A criança copia o que ela vê.

Outra situação hipotética: Se a criança cresceu em um ambiente em que a infidelidade era constante, em que a mãe estava sempre brigando com o pai mulherengo e desrespeitoso, ou o pai foi traído pela mãe, a criança ou adolescente cresce e generaliza. Acha que todo mundo vai ser desleal, indigno e desmerecedor de confiança, pois o que viu em casa vai refletir no futuro.

Nesse caso, cresce uma pessoa insegura e sem confiança nos outros.

Há também o caso do bullying sofrido na infância. Não só nas escolas mas com os vizinhos do bairro ou até mesmo em casa. É um problema sério e que nem sempre os filhos relatam aos pais, sofrem calados receosos de mais humilhação. Esse sentimento de constrangimento a pessoa leva para o resto da vida, com todas as consequências de baixa autoestima que o bullying traz.

A síndrome do abandono, ou a Carência Afetiva Infantil é o carro chefe do ciumento patológico, ou seja, é o problema mais percebido em quem sofre de ciúme exagerado. Trata-se do abandono sofrido na infância e adolescência. É a falta de cuidados necessários básicos em uma época tão importante em que se está construindo a personalidade da criança.

É tão importante que o livro: Ciúme Patológico, passando dos limites tem um capítulo só para ele.

E toda a questão sobre a Carência Afetiva Infantil está reunida em um livro vendido pela Amazon em formato e-book ou pelo blog www.giorgiamatos.com o livro físico.

Ainda há uma infinidade de causas possíveis para o seu ciúme patológico e que estão todas elencadas detalhadamente no livro Ciúme Patológico, passando dos limites.

Tratamento Para o Ciúme Patológico

Procurando Ajuda Profissional/Psicanalista

Depois de dar uma boa lida em todo material disponível sobre ciúme em livros e sites, você já deve ter descoberto se seu ciúme é mesmo patológico e agora é hora de entrar em ação.

Analisar atentamente todas as dicas disponibilizadas sobre como se livrar do ciúme doentio é muito importante para saber se, de fato, você terá condições de avançar sozinho no restabelecimento de sua saúde psíquica.

Nem sempre o ciumento consegue, sozinho, ter plena capacidade de levar adiante o tratamento para esse sentimento que é tão forte e está tão arraigado em seu íntimo.

Nesse caso seria melhor procurar ajuda profissional, porque ele está preparado para dar todo o suporte que você precisa.

Vários fatos serão analisados, desde investigar o passado e a possibilidade de você estar revivendo sentimentos internalizados na infância, ver o grau de fantasia que é apresentado, avaliar a racionalidade dos fatos, ver comorbidades e uma série de fatores igualmente importantes para o fiel andamento do processo.

Um psicólogo ou psicanalista são as pessoas ideais para te conduzirem nesse tratamento, através das técnicas especializadas em cada formação.

Há vários relacionamentos de qualidade sendo findados por causa de desajustes psicológicos que podem ser revertidos.

O primeiro passo você já deu, que é procurar informação. Busque, agora, o total controle de sua vida emocional, e se estiver difícil, busque AJUDA.

YouTube canal Giorgia Matos fala sobre Ciúme Patológico.

Deixe um Comentário:

17 Compart.